terça-feira

Paragem de digestão

Para quem acha que não pode tomar banho depois de comer e não tem paciência para ler o post abaixo, pense na seguinte situação:

Acaba de comer uma feijoada e está totalmente empanturrado. Tem um compromisso importante daqui 1h e está a precisar urgentemente de um banho. Tomaria banho?

Caso tenha respondido que não, imagine o seguinte:
Se o seu corpo está a 37º, a temperatura do ar a 37º e a água com que for tomar banho a 37º, o que lhe poderá acontecer de mal? A água infiltrar-se pelos poros da pele e fazer um curto-circuito no cérebro?

Vá tomar banho descansado...

8 comentários:

CresceNet disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

lol

Anónimo disse...

Isto nao ajuda nada. Tenho de ter um termometro no corpo, na banheira, e para o ar ? Meter o dedo no ar e pensar.. ah sim posso tomar banho.

Que pessima indicação para as pessoas q lerem.

Vasco Gaspar disse...

Meu caro "anónimo",

Infelizmente não me consegui fazer entender. A ideia não é dizer-lhe para andar com um termómetro (se quiser pode fazê-lo mas é uma escolha sua onde o coloca). A ideia é mostrar que não é a água que provoca a paragem de digestão, ao contrário do que muita gente pensa.

Um abraço,
Vasco Gaspar

Anónimo disse...

Vasco, ja li este post num outro blog seu e ate ja tenho pena de si, pois tentar ensinar gente tao burra ate da do...

Enfim, tenha paciencia e continue o seu trabalho, mas eu nao me daria ao trabalho de responder as estupidezes que as vezes lhe deixam em comentario.

Um abraco,

Veronica.

Vasco Gaspar disse...

Acho que sou levado a concordar consigo, Verónica.

obrigado

Abraço,
Vasco

Anónimo disse...

Vasco,

Sei que foi há algum tempo que colocou o post.

Permita-me apenas expressar a minha simpatia. Gostei imenso da elegância com que respondeu no dia 15 de Abril. Sem dúvida que é complicado explicar assuntos que as pessoas dão por facto adquirido o seu pouco conhecimento, sem sequer se informarem em fontes fiáveis e técnicas quando respondem! Tem toda a razão quanto às consequências (ou inexistência delas) por força da diferença de temperatura.

Obrigada.
Ana

Anónimo disse...

Opinião deveras interessante neste espaço, opiniôes deste modo dão vida aos que observar nesta página :)
Entrega muito mais deste blogue, aos teus utilizadores.